Impressões de uma brasileira em Lisboa!

Depois de 4 meses morando em Lisboa (passou MUITO rápido!) acho que já posso dizer que conheço pelo menos um pouco os costumes locais. Só conheço, muitos deles ainda não entendo… rs Brasil e Portugal são países irmãos, com muitas coisas em comum e com uma cultura até bem próxima. No entanto, muitas coisas aqui são diferentes, algumas até curiosas e achei interessante dividir com vocês minhas primeiras impressões sobre Portugal e seu povo! ;)

morar-em-portugalLíngua

  • Começando pelo estereótipo: NINGUÉM aqui fala “Ora, pois”. Não sei de onde tiraram isso… Eles usam o “pois” como nós usamos o “pois é” ou o “né”. “Ora, pois” só ouvi de brasileiros tentando serem engraçadinhos.
  • Algumas palavras tem o acento no “lugar errado”. Metrô se diz “métro”, sushi fala “súshi”, mas vira “mãs”…
  • Nem vou começar a falar das palavras diferentes, acho que isso vale um post específico!
  • “Você” é considerado formal. Eles usam o “tu”.
  • Eles são muito literais, levam tudo ao pé da letra, mesmo.
  • Não entendem sarcasmo. Minha maior dificuldade por aqui! rs

Pessoas

  • Nem todos os portugueses se chamam Manuel e nem todas portuguesas se chamam Maria. Mas existem muitos Nuno, Vasco, Filipa e Xana (juro!).
  • “Com licença” não existe – se eles querem passar, eles empurram, simples assim.
  • Aqui o cliente quase nunca tem razão. Para quem está acostumada a ser tratado como um rei nas lojas e restaurantes de São Paulo, isso é um choque! Muitos garçons parecem que estão fazendo um favor em te servir! rs
  • Vizinhos mal se falam – estou aqui há 4 meses e só esta semana a minha vizinha de porta falou comigo, isso porque a filhinha dela veio brincar comigo…
  • Raríssimas vezes algum homem “dá uma cantada” em mulher na rua. as poucas vezes que ouvi “gracinhas” na rua, foram de brasileiros!
  • Ninguém “fica” no primeiro encontro (baixaria só no Brasil! rs). Às vezes nem no segundo, nem no terceiro… Como será que se produzem? #Brinks No fundo acho fofo, pelo menos as pessoas tentam se conhecer melhor!
  • Os homens ficam assustados com mulheres muito independentes (isso também rola no Brasil!). Muitos ficam chocados quando falam que vim para um país diferente completamente sozinha! rs
  • Acho fofo que os caras sempre mandam mensagem depois dos dates. Eles também somem ou grudam em você, de maneira completamente aleatória. A situação é ainda mais “esquizofrênica” que no Brasil, bem complicado de entender! rs
  • E sim, existe um certo preconceito com os brasileiros, principalmente com as brasileiras. Cabe a você mostrar a que veio!

Comida e Bebida

  • Como em toda Europa, o vinho aqui é muito bom e muito barato. Me divirto comprando vinho de 1 euro!
  • Apesar deles beberem vinho constantemente, eles não bebem muito. Nada de passar o dia no bar assistindo futebol e tomando cerveja! :(
  • A comida aqui é muito boa e, em geral, barata! E vai muito além do bacalhau: peixes, furtos do mar, bifana, prego, bitoque… Amo!!!

Pastel-de-belem

  • Os doces também são maravilhosos: tanto o clássico pastel de nata (ou o original, de Belém), como os de ovos são imperdíveis, valem cada caloria!

Moda e Beleza

  • As mulheres aqui quase não usam maquiagem – meu batom vermelho é um escândalo! rs
  • Elas também não se importam muito com os cabelos, a impressão que eu tenho é que elas lavam e deixam secar naturalmente, sem se importar com o jeito que ele vai ficar.
  • Não, elas não tem bigode (sério, esqueçam estereótipos!). Eles também não (alguns tem, como no Brasil).
  • Salto alto é impossível de ser usado por aqui. As calçadas escorregam muito e destroem os saltos, uma tristeza…
  • Em geral, os homens se vestem melhor que as mulheres. Não que eles sejam super fashionistas como os italianos, mas é raro ver algum de bermuda cargo, boné e regata (uniforme dos brasileiros que eu tenho PAVOR!). Apesar que aqui existe também aquele estilinho “MC” (boné reto etc), mas eu prefiro ignorar… rs
  • Ah, eles também são bem gatos!
  • Já as mulheres deixam a desejar no quesito fashion… apesar de terem as principais fast fashion aqui, elas são básicas e parecem não dar muita atenção ao que vestem.

Transporte

  • Eles dirigem bem, nunca vi nenhum acidente grave.
  • No entanto, não sabem fazer baliza. Talvez seja por isso que eles estacionem literalmente em qualquer lugar:

morar-em-lisboa-portugalQUALQUER lugar mesmo, incluindo calçadas e faixas de pedestre.

  • Eles adoram uma greve, muito mais que o Brasil. Tem até um aplicativo que chama “há greve?” para você saber qual transporte público não está funcionando no dia.
  • Mesmo assim, o transporte público funciona (pode demorar, mas funciona).
  • Pegar comboio (trem) aqui é um desafio: difícil saber se você entrou no trem certo ou se desceu na estação correta. O melhor é superar o fato de alguns tugas serem um pouco grossos e perguntar pras pessoas mesmo… Também não costuma ter balcão de informações nas estações! =/

Cultura

  • A burocracia brasileira foi herdada dos portugueses, certeza. Cada vez que preciso tirar um documento ou resolver qualquer coisa aqui, é uma tarefa quase impossível: ninguém dá informação correta, cada hora pedem documentos diferentes… Igualzinho ao Brasil!
  • O fado é cantado, não dançado. E ninguém ouve na rua, você tem que ir em casas específicas de fado.
  • A moda aqui é dançar/ouvir “kizomba”: um ritmo africano que lembra salsa.
  • Eles ouvem também muita música brasileira, principalmente “sertanejo universitário”. E eu achando que ia me livrar dessa praga…
  • Novela também é uma praga por aqui: muitas brasileiras e algumas portuguesas…
  • O cinema tem intervalo no meio do filme. E é um corte seco, no meio da cena, BEM estranho!
  • Eles realmente sabem aproveitar a vida ao ar livre: a cidade é cheia de miradouros (mirantes), esplanadas (bares), todo mundo caminha na beira do rio, sempre tem vários eventos gratuitos… é maravilhoso!

Nota importante: nem de longe estou reclamando ou querendo ofender alguém com este post. Desde que cheguei, conheci pessoas incríveis e que me ajudaram (e ainda ajudam) muito! E claro que generalizei! Por exemplo, conheço portuguesas lindas, super vaidosas, que estão sempre impecáveis! Isto são só as minhas impressões iniciais, fruto de observação das ruas e transportes públicos, com um pouco de sarcasmo (é o meu jeitinho! rs). Inclusive, já me falaram que muitas dessas coisas são características dos Lisboetas e realmente, quando saio da cidade sinto as pessoas mais simpáticas…

De qualquer maneira, estou amando morar em Lisboa e não pretendo voltar tão cedo para o Brasil! Então, portugueses amados, não me odeiem, ok? <3

Alguém aí quer acrescentar alguma coisa que eu tenha esquecido? Ou contrariar algo do que falei? É só comentar! ;)

Ingressos para atrações turísticas e museus com desconto e sem fila!Quer ingressos para as principais atrações turísticas e museus com desconto e ainda pulando a fila? É só clicar aqui ou no banner acima! Comprando através do Trend Tips, você tem vantagens e ainda me ajuda a continuar viajando e trazendo dicas incríveis para vocês! ;)

Artigo anteriorTAG: A minha moda!
Próximo artigoRay-Ban Customizado!

Também pode te interessar...

Comentários

  1. Que delícia de post! E engraçado também…. Concordo com muitas coisas rs
    Definitivamente Portugal é o lugar que mais amo no mundo! Admiro muito sua história e cultura… bjinhos

  2. Luli, deixe-me fazer um humilde comentário de quem vive em Portugal há 10 anos. Portugal não é só Lisboa, essa cidade linda que eu adoro.
    Cada região, cada cidade e cada aldeia, tem particularidades muiiiiiiito diferentes.
    Nos seus itens “Pessoas” e “Moda e Beleza”, confesso que ao ler, me senti num país completamente diferente, e estamos a menos de 300 kms de distância.
    Não consigo imaginar alguém aqui no Porto não pedir licença, ou algum empregado de mesa (garçon) ou de alguma loja tratar mal um cliente.
    E não consigo imaginar estas mulheres sem maquiagem e mal vestidas que você descreve. Sugiro que numa oportunidade você pegue o comboi e dê uma circulada pela país. É perigoso generalizar. Beijos!

  3. Olá, Luli.
    Caí aqui no seu post acidentalmente. Achei-o curioso e venho desejar-lhe boa estadia. Quanto ao post e suas observações quero dizer que Xana é um diminuitivo, normalmente, de Alexandra. Essa do “ora pois” não entendí. A de “pedir licença” é-me exquisito não fazê-lo – pode dar para o torto. Quanto a cantada, normalmente, é preciso conhecer o outro, excetuando em certos ambientes – o assédio sexual pode ser denunciado e merecedor de censura social. Há a Loja do Cidadão que lhe evita deslocações burocráticas. Para terminar acho-a muito ternurenta com o seu sarcasmo e tudo o mais. Cmps

    • Olá!
      Obrigada pelo seu comentário! =)
      Sei que Xana é diminutivo, é que no Brasil essa palavra tem uma outra conotação…
      Os brasileiros acham que todo português fala “ora pois”. Também nunca entendi nem sei de onde isso surgiu! rs
      Cantada também pode ser considerada assédio no Brasil e mesmo assim, é comum ouvir baixaria nas ruas por lá… =/
      Obrigada pela dica da Loja do Cidadão, já estive lá algumas vezes…
      Beijinhos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Social Media

Vídeos

Instagram

Quem escreve